O que você não sabia sobre um Dia das Mães longe da sua mãe

2
O que você não sabia sobre um Dia das Mães longe da sua mãe
0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Sei que você ficou feliz por estar indo embora, desbravando um novo mundo, conhecendo novas pessoas. Mas sei que depois de algumas semanas, o coração apertou, a saudade chegou, e os olhos, minha amiga, ficaram inchados até o dia seguinte. Sei que você mandou foto no aeroporto assim que conseguiu o primeiro wifi, que avisou que o apartamento novo era lindo, como nas fotos, mas que ela não estava ali para ajudar a comprar todas as bugigangas da sua cozinha. Sei que ela te ajudou a usar o kit costura que ela colocou a força na sua mala – “Eu não vou precisar, mãe!”, por Skype, as 22h de um sábado (na verdade, eram 2h da manhã do domingo na cidade dela, mas ela atendeu o telefone. Porque o celular dela tem um toque personalizado para as suas ligações). Sei que você acha o fuso horário injusto e, muitas vezes, cruel.

Também sei que aquela receita que ela te ensinou deu errado, porque você comprou todos aqueles ingredientes gringos, e nem todos estavam certos. Sei que você ficou doente, e por mais que ela tivesse mandado todos os remédios com uma carta explicando cada um deles, você disse que estava ligando só pra confirmar. Na verdade, você já tinha achado a bula no Google, mas ela não precisava saber que essa foi só uma desculpa pra que a voz dela substituísse aquele colo só dela que você não poderia ganhar. Sei que você foi no supermercado, viu um doce diferente que ela amaria, mas não comprou porque eles estragariam antes do próximo encontro (mas sei também que você anotou o nome do dito cujo, pra lembrar de comprar vários antes de ir visitá-la). Sei que você guarda até hoje todos aqueles bilhetinhos que ela espalhou na sua mala antes de você partir. Sei que algumas vezes você pensou em desistir, ligou pra ela chorando, e ela te encorajou a ficar, mesmo com o coração dizendo: “Volta logo, quero te ver!”. Sei que você ficou com ela duas horas no Face Time, sendo que a primeira hora foi maravilhosa, os trinta minutos seguintes foram chiados, e os últimos você só conseguiu ouvir ela dizer: “…com Deus, sauda…, …amo”.

Sei que viver longe não é fácil, mas ela sabe mais do que ninguém. Eu sei que você sabia que esse dia chegaria, mas também sei que você não sabia que ele iria doer tanto. O primeiro dia das mães longe dela você nunca vai esquecer. Ela, saiba que menos ainda.

Aguenta firme. Lembra daquela foto que ela mandou quando o visto dela foi aprovado? Então, isso você não sabe, mas desde aquele dia ela conta as horas para ir te encontrar.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

LEAVE A REPLY